35

ouço seu coração, uma bomba-relógio,
pronto para me descartar em explosão.
o barulho das horas incomoda.
não quero ser escombro
da sua catástrofe remediável.
eu quero ser a causa, a culpa,
o desastre em si.

Nenhum comentário:

Postar um comentário