dia sete

meu amor,

nunca saberei sua real extensão porque conosco acontece o mesmo que ocorre à história diante dos grandes acontecimentos. é impossível ter noção da importância dos fatos quando  quando se está dentro deles. espero nunca saber seu real tamanho porque você insistirá em ser um grande acontecimento dia após dia e eu insistirei em permanecer dentro de você de todas as formas possíveis. você é o maior acontecimento e para nós isso basta. basta também que eu meça seu tamanho de perto, o formato dos seus dedos, a textura ressecada da tua boca no inverno, os caracóis iluminados do teu cabelo e todas as coisas que seria impossível mensurar a um passo de distância. que seja sempre assim. que deixemos por conta dos outros qualquer análise que exija um grau mínimo de impessoalidade. que sejamos responsáveis apenas (por nós?).