conformidade boa

se a vida não me pergunta mais
de quem sinto saudade

e meu mundo parou de girar
em torno da sublime vontade

restou-me o contentamento medíocre
de quem vive colado ao chão

e o sorriso de segunda-feira
que acompanha o sol

do nascimento à despedida

2 comentários:

  1. Tomara que a vida também não me pergunte mais de quem sinto saudade.
    Belíssimo!

    Beijo!

    Vi
    www.bardodataverna.blogspot.com
    facebook.com/vicentrix

    ResponderExcluir
  2. Que coisa mais linda! Tão bom poder fazer da rotina um prazer.

    ResponderExcluir