Que a poesia deixe de ser. E que de mim não escape nada além do vazio. O mesmo vazio que senti quando fui embora da sua casa, naquela noite de sábado, carregando comigo o peso e a dor da sua despedida que me pedia pra ficar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário